Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum

Log in
updated 12:17 PM UTC, Jul 23, 2021

Felicitações de Natal

Felicitações de Natal
de Fr. Roberto Genuin
Ministro Geral dos Frades Menores Capuchinhos

 

Baixar

PDF Portogese

 

Felicitações de Natal – vídeo em italiano

 

Natal de 2020

Caros irmãos,

ontem à tarde, ao entrar na capela da Cúria, encontramos algo de original, que me tocou. Um irmão nosso, particularmente bom nestas coisas, compôs uma pequena cena à entrada. Normalmente, neste período preparamos os presépios. Também o nosso presépio já está preparado no presbitério. E, depois, na noite de Natal coloca-se o Menino, na Epifania, somam-se os Reis Magos... A novidade surpreendente deste ano é que na composição da cena no início da capela, foram postos os três magos em caminho, em busca do Menino que nasce.

Penso que cada um de nós já encontrou o Senhor, mas também está sempre em busca de encontrá-lo mais, de conhece-lo mais.

Entre as coisas mais bonitas que podemos experimentar vivendo em fraternidade, e que nos dão mais força e gosto, é ver que os irmãos que caminham conosco estão todos em busca de encontrar ainda mais o Senhor. Esta é também uma das experiências mais interessantes, que vivemos na Cúria: mesmo com todas as nossas fragilidades, evidentemente, também com nossos limites e pecados, mas é bonito ver o esforço de cada um para buscar encontrar mais a fundo o Senhor. Pois é isso que vale, além de todo o resto.

A surpresa do Natal é que, no fim desta nossa busca, como acontece aos magos que, seguindo a estrela, encontrarão o Menino, também nós o encontraremos. Na verdade, a surpresa maior é que Ele já estava nos procurando. Cada vez que O encontramos, na realidade, nós O encontramos como um Amigo que se antecipou a nós. Isto é algo belíssimo: o Senhor se antecipa continuamente a nós para vir ao nosso encontro. Ele, fazendo-se homem-menino, homem nesta terra, busca a relação conosco, busca o diálogo comigo.

O diálogo que Jesus busca ter comigo me faz sentir interessante aos olhos de Deus, me diz que tenho um ombro seguro em que me apoiar, que há uma benevolência certa da parte do Senhor para comigo. Ao mesmo tempo, me faz refletir: se o Senhor vem para mim se antecipa para me encontrar, faz o mesmo não apenas comigo, mas também com cada um de nós.

Assim, enquanto me dá a certeza de ser bem quisto, amado por Deus, também me dá a direção para encontra-lo ainda mais. É a direção para fazer igualmente, como posso, mas para fazer igualmente eu mesmo com meus irmãos, com todos. Justamente a pequenez do Menino diz que o Senhor está disposto a se deixar acolher por todos. Não importa o caminho que alguém percorreu, os títulos que tem, não importa o quanto seja grande a sua fé, não importa de qual fé seja! O Senhor vem para encontrar cada homem. Isto está exatamente alinhado – jamais deixaremos de agradecê-lo! – com o que o Papa tem nos ensinado nestes últimos anos, isto é, a abertura que o Senhor tem para com cada um e a abertura que cada um de nós deveria ter para com todos os homens. Parece justamente que o quanto o Papa nos ensina esteja fortemente ligado à nossa modalidade de intuir a relação com Deus, tão próximo à sensibilidade franciscana. Isto deveria nos dar grande coragem!

Passamos um ano original. Mas, apesar do desconcerto de alguns meses iniciais, a Ordem não se deteve. Há tantos sinais que indicam que a Ordem não se deteve. Por exemplo: o fato de que continuamos, ainda que de maneira diversa, a servir aos pobres. Dá gosto ver as imagens e ouvir as histórias de tantos de nossos irmãos na Ásia, na África, na América Latina... as fotos que os retratam enquanto levam alimentos ou material hospitalar nos vilarejos dispersos, à população que não tem nenhuma assistência. É algo muito bonito! Que se aproxima do estilo de Deus, de se aproximar de nós. Assim a vida se renova. Há tanto fermento também aqui, na Cúria, da parte dos vários responsáveis dos diversos departamentos para animar a Ordem, de maneira diversa do comum, talvez, mas também eficaz. Continuemos nesta estrada.

Assim, faço votos para que cada um esteja a caminho, de buscar o Senhor; de perceberem que o Senhor jamais se detém, continua a vir ao nosso encontro para nos encontrar, e que, ao acolher o Senhor que se antecipa a nós ao vir ao nosso encontro, também o nosso coração se abre a atenção e ao encontro com os irmãos.

Feliz Natal e feliz 2021 a todos!

Fr. Roberto Genuin, OFMCap

* Transcrição da videomensagem

 

Última modificação em Terça, 22 Dezembro 2020 13:00