Ordo Fratrum Minorum Capuccinorum

Log in
updated 9:42 AM CET, Nov 28, 2020

Convento da Garbatella

A casa da Garbatella, em Roma, tem uma história especial. Nascida como palacete do Conde Attilio Dario Pozzi de Roma e da Condessa Bulgarini de Sena, terminou por ser um convento pela metade do século passado. A família Pozzi era proprietária de toda a alta colina no Largo delle Sette Chiese, com uma pequena ladeira que dá acesso à Via Pomponia Grecina; e de uma colina-vinhedo (de fato a ladeira paralela se chama Via di Vigna Pozzi), na qual foi construído um palacete em base ao desenho da arquiteta Condessa Lodovica Bulgarini d’Elci, esposa do Conde.

Não há notícias sobre os membros da família. Sabe-se apenas que a jovem esposa do Conde morreu no parto. Tendo ficado só com os filhos, o Conde teve que ceder aos seus contínuos pedidos para que vendesse tudo, “porque a residência era muito longe do centro”. O Conde não queria, mas, enfim, teve que ceder, pondo à venda palacete e terreno, adquiridos pela Cúria Generalícia dos Capuchinhos, que comprou tudo a um preço módico, tanto assim que o Procurador Geral do tempo, Fr. Agatangelo de Langasco, em 15 de novembro de 1949, emitiu à família um atestado de afiliação à Ordem, conservado na sacristia.

Então a Cúria Generalícia, que se encontrava na Via Sicilia, pediu às Monjas Clarissas Capuchinhas da Via Piemonte que cedessem à Ordem o próprio mosteiro, garantindo-lhes que seria construído um novo “na Garbatella”; foi preciso lotear o terreno no qual foram construídos os edifícios ao lado da Via Pomponia Grecina até a área em que se encontram a casa, a igreja e o mosteiro das Clarissas Capuchinhas. Em frente à casa, foi construído um apartamento de um andar para hospedar eventuais parentes de visita às monjas. Por alguns anos, foi posto à disposição da Comunidade de Santo Egídio, que aí abriu uma escola infantil para os filhos das famílias pobres do bairro.

Inicialmente, na casa vivia o capelão das monjas e um irmão leigo encarregado da esmola “pro Monialibus”. Na década de 1970, a casa foi reformada para ser a sede da revista missionária Continenti (outrora “Il Massaja”) e casa de hospedagem para os missionários. Mais tarde, foi escolhida como sede da CIMPCap (à época, era presidente Fr. Dino Dozzi) e, mais recentemente – durante os trabalhos de reforma da Cúria Geral – como residência da Postulação da Ordem.

Hoje, vivem na casa quatro frades capuchinhos. Eles estão envolvidos na assistência espiritual das monjas; na celebração eucarística e confissão das Irmãs Pias Discípulas do Divino Mestre; no apostolado subsidiário: missas e confissões nas paróquias vizinhas, além do hospital Centro Traumatológico Ortopédico. Ultimamente, tem havido várias solicitações de assistência aos moribundos.

 

Contatto:

Convento della Garbatella
Via Pomponia Grecina, 31
00145 Roma
Italia
Tel. +39 06 5137 969
Fax. +39 06 5132 628

Última modificação em Quarta, 25 Setembro 2019 19:55
Mais nesta categoria: « Ministro generale Loreto »